Conheça os cursos Ativar!

Docentes Responsáveis:
Prof. Dr. Luis Paulo de Carvalho Piassi (EACH-USP)
Profa. Msc. Livia Delgado Cruz (USP)

Período de oferta:
28/03/2022 a 29/05/2022

Horários dos encontros síncronos
(cada cursista deverá escolher um dos horários de 1 h/a):

Terça-feira: noite (19-20h / 20-21h / 21-22h / 22-23h)
Quarta-feira: tarde (14-15h / 15-16h / 16-17h / 17-18h)
Quinta-feira: tarde (14-15h / 15-16h / 16-17h / 17-18h)

Número de vagas:
220 (duzentos e vinte)

Condição de participação:
Ser professor de Educação Básica na área de Ciências (segunda fase do EF e Ensino Médio).

Ementa:
O Curso tem como objetivos: introduzir discussões relacionadas às ciências naturais, visando apresentar seus mecanismos de funcionamento e suas relações com a tecnologia e a sociedade. Apresentar experiências práticas e inovadoras em relação ao uso de experimentos científicos e da tecnologia no ensino da ciência. Propor reflexões acerca do ensino da ciência à luz de uma perspectiva sociocultural e a partir de intervenções artísticas e sociais de modo a estabelecer conexões às questões ambientais e animais, bem como às relações étnico-raciais e de igualdade de gênero no campo científico.

Docentes Responsáveis:
Profa. Dra. Monica Amaral (FE-USP)
Prof. Msc. Kleber Siqueira (USP)

Período de oferta:
28/03/2022 a 29/05/2022

Horários dos encontros síncronos
(cada cursista deverá escolher um dos horários de 1 h/a): 

Quarta-feira: manhã (8-9h / 9-10h / 10-11h / 11-12h)
Quinta-feira: manhã (8-9h / 9-10h / 10-11h / 11-12h)
Sexta-feira: noite (19-20h / 20-21h / 21-22h / 22-23h)

Número de vagas:
220 (duzentos e vinte)

Condição de participação:
Ser professor de Educação Básica na área de Humanidades (Segunda fase do EF e Ensino Médio).

Ementa:
Uma educação exclusivamente voltada para o aprendizado da técnica, pautada pela apropriação de conhecimentos técnico-científicos ou para a "formação da consciência" apenas, pouco contribui para o desenvolvimento do sentido de humanidade, conforme preconizara Adorno (1995) em seus escritos sobre educação. Há que se propiciar uma experiência formativa, voltada à emancipação da humanidade do jugo de uma razão tecnicista e instrumental. Repensar o currículo, nesse sentido, pressupõe trazer aos docentes experiências de práticas educativas emancipadoras, ativas, que auxiliem a escola e os docentes do campo das humanidades a repensarem o seu papel profissional e as práticas educacionais.

Nesse sentido, o que pode fazer a educação para combater o genocídio dos povos pretos e periféricos no Brasil contemporâneo? Uma educação emancipatória, antirracista, culturalmente relevante e decolonial talvez seja uma forma de propiciar o que Adorno (1995) considerou ser o antídoto contra a reemergência de qualquer barbárie regressiva do ponto de vista da construção de novos marcos civilizatórios, orientados por um novo sentido de humanidade, pautado pela solidariedade e pela abertura à alteridade.

Docentes Responsáveis:
Profa. Dra. Silvia Gasparian Colello (FE-USP)
Profa. Dra. Elaine Vidal (USP)

Período de oferta:
28/03/2022 a 29/05/2022

Horários dos encontros síncronos
(cada cursista deverá escolher um dos horários de 1 h/a): 

Terça-feira: manhã (8-9h / 9-10h)
Quarta-feira: manhã (8-9h / 9-10h)
Terça feira: noite (19-20h / 20-21h / 21-22h / 22-23h)
Quarta-feira: noite (19-20h / 20-21h / 21-22h / 22-23h)

Número de vagas:
220 (duzentos e vinte)

Condição de participação:
Ser professor de Educação Básica na área de Linguagens (segunda fase do EF e Ensino Médio).

Ementa:
Assumindo as linguagens como meio e meta do processo educativo na formação pessoal, sociocultural e política dos sujeitos, o curso objetiva explicitar conceitos e concepções do universo linguístico (Linguagem como eixo formativo, Língua e escrita, Língua e leitura, Escrita e letramento, Educação Artística, Educação Física e Língua estrangeira), assim como discutir as perspectivas dos multiletramentos. Com base nesse referencial, busca as implicações para a revisão de conteúdos escolares, formas de trabalho, intervenções pedagógicas e, ainda, para a reconstituição das relações na escola.

Docentes Responsáveis:
Prof. Dr. Ulisses F. Araujo (EACH-USP)
Profa Msc. Daniella Scalet (USP)

Período de oferta:
28/03/2022 a 29/05/2022

Horários dos encontros síncronos
(cada cursista deverá escolher um dos horários de 1 h/a):

Segunda-feira: noite (19-20h / 20-21h / 21-22h / 22-23h)
Terça-feira: manhã (8-9h / 9-10h / 10-11h / 11-12h)
Terça-feira: noite (19-20h / 20-21h / 21-22h / 22-23h)

Número de vagas:
220 (duzentos e vinte)

Condição de participação:
Professor, coordenador pedagógico, diretor ou vice de escola de Educação Básica.

Ementa:
Assumindo a relevância de construção de novas formas de se conceber os conteúdos, as formas e as relações na escola, voltada para os interesses cotidianos da maioria da população, este curso introduzirá conceitos e práticas fundadas nas metodologias ativas de aprendizagem que se propõe a repensar e reinventar a educação.

Propostas pedagógicas como a Aprendizagem Baseada em Problemas e por Projetos (ABPP), o Design Thinking (DT), e a cultura maker serão explorados nesse curso. Nesse modelo educacional, o aluno dever ter um papel central e ativo na aprendizagem e na busca de conhecimento, co-construindo o mundo e a realidade, considerados sempre provisórios.

 

Docentes Responsáveis:
Profa. Dra. Valéria Amorim Arantes (FE-USP)
Profa. Beatriz Guedes (USP)

Período de oferta:
28/03/2022 a 29/05/2022

Horários dos encontros síncronos
(cada cursista deverá escolher um dos horários de 1 h/a):

Terça-feira: noite (19-20h / 20-21h / 21-22h / 22-23h)
Quarta-feira: tarde (14-15h / 15-16h / 16-17h / 17-18h)
Quinta-feira: tarde (14-15h / 15-16h / 16-17h / 17-18h)

Número de vagas:
220 (duzentos e vinte)

Condição de participação:
Ser professor, coordenador pedagógico, diretor ou vice de escola de Educação Básica.

Ementa:
Apoiar os docentes na construção de projetos de vida éticos e pautados na cidadania deve ser uma meta da educação. Assim, neste curso, pretende-se promover o estudo e práticas educacionais que ajudem a comunidade escolar na criação de programas que fortaleçam os projetos de vida de docentes e dos estudantes. Para isso, será discutido, também, o que é ser um Bom professor? Pautado nos trabalhos de Howard Gardner e outros autores, serão abordados os princípios da Excelência, da Ética e do Engajamento docente como virtudes para a constituição de seus projetos de vida pessoal, social e profissional.